Carregando...

  • 19 / Setembro / 2018

4 palavras mágicas para seu site vender mais

4 palavras mágicas para seu site vender mais

Um bom site é a base de qualquer iniciativa de marketing atualmente. Todas as estratégias para atrair mais clientes - campanhas em redes sociais, e-mail, contatos pessoais de vendas - acabam desaguando no seu site. Seja porquê o cliente que conhecer melhor sua empresa, saber quais os seus cases de sucesso ou mesmo converter a compra online.


Mas, o que faz um site ser realmente bom?


Para mim, um site eficiente é aquele que me ajuda a vender mais. Que aumenta a performance comercial do meu time de vendas. Independentemente se for um e-commerce ou não. Afinal, qualquer ferramenta digital deve ser orientada a performance de vendas e imagem comercial.


Para isso, quatro critérios são básicos: design, velocidade, experiência do usuário e conversão.


1. Design matador


O design do site é o que gera seu valor percebido pelo usuário. Um bom design confere a sua dona credibilidade, demonstra suas características principais. É a primeira impressão que você terá da empresa: entende do produto que vende? Terá capacidade para atender a minha demanda?


Para isso atente para alguns itens básicos:



  • Imagens em resolução adequada (72dpi)

  • Ícones bem desenhados e alinhados com os textos

  • Textos divididos em pequenos blocos, para facilitar a leitura

  • Cores escolhidas em harmonia entre si


Não esqueça: o design é responsável pelo valor percebido de seu site. Se ele não for simplesmente ótimo, todo o resto será prejudicado.


2. Velocidade


Cada milissegundo que as páginas de seu site demoram para ser carregadas derruba sua taxa de acessos. A conta é simples: quanto mais demora, menos acessos. Enquanto o usuário espera as imagens de seu site serem exibidas, está olhando as páginas do seu concorrente. Se não for rápido, você dá chance pro azar.


Hoje, quando um usuário procura por um termo qualquer na internet, abre diversas abas em seu navegador para avaliar os sites possíveis. Por isso o seu precisa ser veloz o suficiente para carregar enquanto outros estão sendo abertos também.


Dica:


Existem ferramentas que podem medir a velocidade de seu site (e sua adaptabilidade aos dispositivos móveis) como o Google Speed Insights. Basta colocar a url do site da sua empresa lá e ter acesso a uma análise (simples mas bastante boa) de sua performance.


Se você precisar sacrificar (um pouco do) seu design em função da velocidade: faça! A velocidade é fundamental para você continuar no jogo. Senão usuário clica no X da sua aba no navegador - e aí já era!


3. Experiência do Usuário


A maneira como o usuário navega por seu site faz toda a diferença nas taxas de sucesso das suas iniciativas de marketing digital. Você deve se responder a duas perguntas básicas:



  1. O que eu quero que o usuário faça no meu site?

  2. É possível fazer isso com facilidade?


Distribua com inteligência as páginas de seu site. Produtos devem ser exibidos sempre em categorias, para facilitar a navegação. Uma barra simples de busca pode ajudar também. Alguns itens são básicos:


* Comece pelo menu superior: que itens são os mais relevantes? Empresa, produtos e blog? Ou Empresa, Produtos e Contato?


*Coloque os dados de contato (fone, endereço, e-mail) no rodapé do site. Acabou virando um padrão da internet, e facilita a vida do usuário que quer apenas ligar pra você.


*Disponibilize formulários de contato, para que o usuário possa em poucas linhas falar com você. Dica: além das informações básicas (nome, fone, e-mail e mensagem), insira uma pergunta em seu formulário para lhe ajudar a saber mais sobre seu prospect. Ex: Quantos funcionários tem sua empresa? Procura soluções em engenharia ou assistência?


Respeite a taxa de atenção


Quando você precisa olhar para uma tela com 2 itens, sua taxa de atenção é 2:1 (dois objetos sendo vistos por uma pessoa). Ou seja, quanto mais itens na tela, menor é a taxa de atenção - e o usuário pode se perder e não fazer aquilo que você quer que ele faça.


Procure usar o design com inteligência, de modo que poucos itens ocupem a tela do seu usuário por vez. Assim você aumentará suas chances de que um acesso se transforme em uma venda.



4. Conversão


Deixei esse item para o fim, mas na verdade ele deve ser a primeira de suas preocupações na hora de criar/mandar criar um site novo para sua empresa. Converter significa tomar uma ação. Ou seja, clicar em um botão, preencher um formulário, baixar um e-book. Seu site deve ser pensado a partir das conversões.


Perguntas-chave para otimizar as conversões:


*Existem botões simples para o usuário converter?


* Os botões para ação estão acompanhados de uma CTA (call-to-action: chamada para ação - texto que reforça porque clicar é importante).


* Meus formulários proporcionam preenchimento rápido?


* As páginas de meu site induzem/ajudam o usuário a converter?


A conversão é o nosso objetivo. Todo o site deve ser pensado para ajudar o usuário a fazer aquilo que sua empresa gostaria: entrar em contato, fechar uma venda, etc.



Essa são as 4 palavras mágicas que uso diariamente. São um bom ponto de partida para qualquer projeto. Ainda há a palavra mágica Google, mas isso é assunto para nossas próximas conversas ;)


Vamos conversar mais? Comente aqui embaixo qual a sua opinião!


Bons negócios!

Tags:
Compartilhe esse conteúdo

Comentários

Jean Michel Baú - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Nigma Agência Digital